A história por trás da história

Trip Start Unknown
1
2
Trip End Ongoing


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow

Flag of Brazil  , São Paulo,
Saturday, May 30, 1981

Qualquer pessoa possui um sonho, mesmo que secreto, de largar tudo e viver uma nova vida. Eu pelo menos tinha esse desejo. Alguns anos atrás eu era um publicitário de sucesso e troquei um gordo salário para me tornar escritor.

Muita gente pensa que o escritor é aquela pessoa que se senta sozinho num sofá de uma sala cheia de livros e lá sentado passa dia após dia, apenas escrevendo. Eu mesmo passei por essa etapa da concentração total para escrever. Mas como vivia mandando centenas de torpedos por dia, resolvi tentar escrever pelo celular. Deu certo. E aí comecei a escrever sentado em cafés. Quantas não foram as tardes no Starbucks? Pois é. 

Histórias sempre exerceram fascínio sobre mim. Em parte por ter crescido com um avô cineasta, em parte porque não existe sequer um ser humano que não dedique boa parte de sua atenção a novelas ou livros ou seriados ou games... Só que esse processo autoral é um mistério de certa forma. Poucas pessoas sabem como um livro é escrito. Até porque quase ninguém conhece um autor em sua intimidade. 

Então imagine que enquanto esse ex-publicitário pretendente a romancista, mostra os bastidores da concepção da obra e compartilha vários aprendizados. Esse é o intuito dessa página. "Será que ele vai conseguir escrever um bom livro?" - é uma indagação bastante natural... e quem acompanhar vai descobrir e, se for bom, vai ficar sabendo primeiro. 

Foi aí que pensei, 'se posso me deslocar até um lugar para escrever, então por que não aproveito para ir atrás de inspiração para enriquecer as histórias?' Pronto. Foi assim que a vida de autor aventureiro começou. E agora vivo de um encontro curioso atrás do outro e transporto os melhores para os livros. 

E nesse sentido, a obra a ser escrita será o seu teste de fogo: se não conseguir terminar o livro ou ficar ruim, ele estará condenado à voltar à mesma vida de antes. E para energizar o desafio, nada melhor do que uma bomba relógio: ele precisa terminar o livro até o fim do ano, e pra isso terá 6 meses, escrevendo uma página por dia. 

Mas ele tem um plano: buscar isolamento e inspiração durante esse semestre através de uma jornada internacional. Mas tem um contexto pra viagem, que nasce no âmago do romance a ser escrito... A história do livro é sobre um multibilionário que pretende edificar a próxima Maravilha do Mundo. Mas que por não saber que Maravilha é essa, comissiona o escritor a sair pelo mundo em busca de respostas. 

Para isso ele viaja leve e mobile. Apenas uma bagagem de mão e, até por isso, vai escrever o livro inteiro direto do celular. Como se começasse uma mensagem de SMS, mas que acabou virando uma página, depois duas e não parou até chegar a 200 páginas. 

Recapitulando, é um ex-publictário que tem pela frente uma viagem de 6 meses para se tornar um escritor e quem sabe, de lambuja, conseguir emplacar no livro dos recordes como o livro mais longo escrito de um celular. 

Mesmo assim é difícil dizer onde a história começa... como tudo tem relação com a infância. Eu tinha um avô cineasta e minhas memórias mais antigas estão cercadas de histórias. Escrevi um primeiro livro aos oito. Acabou que eu fui estudar comunicação e trabalhar em empresa, depois em agência, tive a minha própria, até iniciar o primeiro escritório de storytelling. Nessa época o lado de escritor reviveu. Então larguei tudo e fui fazer um retiro espiritual na Amazônia. Olhando assim, lá que tudo começa...  
Report as Spam

Use this image in your site

Copy and paste this html: