Acrópole, Ágora Antiga, Kerameikos

Trip Start Aug 12, 2012
1
2
6
Trip End Aug 23, 2012


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow
Where I stayed
What I did
Acropolis (Akropolis) Athens
Read my review - 5/5 stars
Agora Athens
Read my review - 4/5 stars
Erechtheion Athens
Read my review - 5/5 stars
Parthenon (Parthenonas) Athens
Read my review - 5/5 stars
Temple of Athena Nike Athens
Read my review - 4/5 stars
Temple of Hephaestus Athens
Read my review - 5/5 stars

Flag of Greece  , Attica,
Monday, August 13, 2012

Chegámos a Atenas às 05:30, assim que saímos do aeroporto para a rua deu logo para sentir a temperatura ateniense, estava um "bafo" muito quente àquela hora da manhã.

Fomos de táxi para Atenas, para o Hotel Apollo. Como mencionava nos sites, o custo do táxi do aeroporto para Atenas foi de 35,00€, mas nós pagámos quase 40,00€, devido a termos pago a portagem. O taxista era muito simpático, deu logo um mapa ao Rui e uns folhetos de Atenas, e foi-nos fazendo uma primeira abordagem sobre o que gregos pensam da política actual e da U.E.

Depois de termos deixado as maletas no átrio do hotel, fomos tomar o pequeno-almoço no café em frente ao hotel.

Conforme estava programado, fomos apanhar o metro para ir visitar a Acrópole. Em Atenas, uma viagem de metro custa 1,40€ e o meio bilhete 0,70€, que foi o que o Diogo pagou, e o bilhete dá para 90min, a maior parte dos atenienses dão o seu bilhete a outras pessoas quando saem do metro para que essas o possam utilizar.
Chegámos à Acrópole uns minutos antes das 08:00, mas como abre a esta hora, não tivemos de esperar muito, ainda bem que fomos cedo, assim não havia tantas pessoas, nem sofremos tanto com o calor.




O bilhete da Acrópole custa 12,00€ (mas o Diogo não pagou nada), e dá direito a visitar a Ágora Antiga, o Cemitério Kerameikos, a Ágora Romana, a Biblioteca de Adriano e o Templo de Zeus.

A Acrópole é de facto grandiosa, como entrámos pela entrada sul, primeiro vimos o Teatro de Dionísio, que se localiza na encosta sul e data do século IV a.C., este teatro é o berço da tragédia grega e foi o primeiro a ser feito de pedra. As ruínas de hoje pertencem a uma estrutura mais ampla, construída pelos romanos e com 17000 lugares sentados, foi usado para espectáculos de gladiadores.

Por cima do teatro, há uma gruta consagrada à deusa Artemis, convertida em capela no período bizantino e dedicada a Panagia Spiliotissa (Nossa Senhora da Gruta), era aqui que as mães traziam os seus filhos quando estavam doentes na esperança dos curar. Mas, infelizmente não deu para visitar devido a estar a ser restaurada.
Passámos pelo Santuário de Asclépio e Stoa de Eumenes, até chegara ao Teatro de Herodes Ático, construído em 161 e restaurado em 1955, ainda hoje é cenário de muitos concertos ao ar livre. O teatro chegou a ser coberto de madeira de cedro, o que lhe dava uma excelente acústica e permitia a realização de espectáculos, em quaisquer condições climatéricas.

A seguir, entrámos pelo Propileu, que foi construído em 437-432 a.C., para ser a nova entrada da Acrópole. O arquitecto Mnesikles criou um edifício, admirado em todo o mundo antigo. E construído por uma construção rectangular central dividida por uma parede em dois edificios laterais. Estes continham cinco portas de entrada, filas de colunas jónicas e dóricas e um vestíbulo com tecto azul decorado com estrelas douradas.
Do lado direito do Propileu, situa-se o Templo de Atena-Nike (Vitória), foi erigido cerca de 420 a.C. Este pequeno templo foi construído para comemorar as vitórias dos atenienses sobre os persas. Foi usado como posto de observação e santuário da deusa da Vitória, Atena. Diz a lenda, que foi daqui que o rei Egeu se lançou ao mar, crendo que o filho Teseu fora morto em Creta pelo minotauro. Este templo tem 4 colunas jónicas de 4 metros de altura em cada pórtico.

Após passarmos a entrada do Propileu, fica o Erectéion e o Parténon. O Erectéion foi o templo que mais gostámos, tem um dos highlights da Acrópole, o Pórtico das Cáriatides, as esculturas originais encontram-se cinco no Museu da Acrópole e uma no Museu Britânico. Foi construído ente 421 e 406 a.C., e situa-se na zona mais sagrada da Acrópole. Famoso pela sua elegante e elaborada arquitectura jónica, e pelas colunas com formas de mulheres.
O Parténon revelou-se um bocado numa desilusão, uma vez que estão em curso obras de restauro, devendo estar concluídas em 2013. Começou a ser construído em 447 a.C. Foi concebido para receber a estátua da Atena Parthenos (Donzela). O templo que levou 9 anos a completar seria dedicado à deusa em 438 a.C. Embora restem poucas esculturas, algumas podem ainda ser admiradas, como as do frontão leste e oeste.
Saímos da Acrópole pela Porta do Beulé, que foi a primeira entrada para a Acrópole.

Quando saímos da Acrópole passámos no Areópago, daqui pode-se disfrutar uma vista magnífica para Atenas e para a Acrópole.
Fomos então visitar a Ágora Antiga, que foi o coração político da cidade a partir de 600 a.C. Sócrates foi encarcerado e executado na prisão aqui existente em 399 a.C. Aqui, visitámos a Stoa de Átalo, que é um edifício em colunata, que foi reconstruído em 1953 e 1956.
Passámos no jardim onde se encontra a Estátua de Adriano, que data do séc. II. Adriano foi imperador de Roma de 117 a 138 e Atenas vivia sob a sua autoridade. Fomos ao Templo Hephaisteion que está em muito bom estado de conservação, é o mais bem conservado, data de 449-440 a.C.

Quando saímos da Ágora, decidimos ir beber qualquer coisa. Assim, que saímos vimos na praça  uma esplanada muito confortável, com uns sofás, ventoinhas e o sistema de deitar "chuviscos" que nos deixou logo entusiasmados, pois precisávamos mesmo de descansar. Acabámos por almoçar aí, eu bebi um cappuccino gelado, que passou a ser a minha bebida de eleição, e um Kebab grelhado, que até estava muito bom. O Diogo bebeu uma pepsi e comeu um hambúrguer no prato, a Guida comeu uma salada grega e o Rui uma sandwich club com cerveja. Para o almoço que foi, até que foi "carote", cerca de 25,00€ para dois.

Quando acabámos de almoçar fomos visitar o Kerameikos, que é um antigo cemitério que funciona desde o séc. XII a.C. A escultura mais bonita é um dos highlights, a Estela de Demétria e Pânfila, é uma escultura que mostra Pânfila sentada com a irmã Demétria por trás dela. 
Não conseguimos visitar o cemitério todo ao pormenor, porque estava um calor intenso, e como não tinhamos dormido praticamente nada no avião, já nos estávamos a arrastar.
Como tudo o que nos faltava ver com o bilhete da Acrópole, fechava às 15:00, decidimos ver noutro dia, quando regressássemos do Tour de 3 dias por Delfos e Metéora, e irmos descansar um pouco para o hotel e ver o estado das nossas bagagens (uma vez que tinhamos ficado desconfiados destas terem ficado no átrio).
Finalmente, chegámos ao Hotel Apolo, as nossas maletas estavam muito bem tratadas e fomos descansar. Dos nossos quartos temos vista para a Acrópole.

Após termos descansado, fomos passear para a zona de Plaka, que é uma das zonas mais movimentadas e animadas de Atenas. 
Aí, visitámos a pequena igreja do séc. XII, Panagia Gorgoepikoos, também chamada Pequena Catedral, na altura estava a realizar-se uma cerimónia, com os cânticos ortodoxos. Esta pequena igreja mede 7,5m de comprimento por 12m de largura. A dimensão da igreja é proporcional à de Atenas, quando esta era apenas uma aldeia no séc.XII. O exterior é uma combinação dos estilos clássico e bizantino. Para mim, é um dos Highlights de Atenas.
 
Vimos também a Mitrópoli, a catedral de Atenas, construída na segunda metade do séc. XII, encontra-se em restauro, pelo que não pudemos observar todo o seu esplendor.

Fomos então jantar a uma Taverna, Hermion, comemos muito bem, de entrada comemos Moussaka, e de prato principal eu e o Diogo comemos umas carnes grelhadas com pão pita, e a Guida e o Rui comeram borrego numa caçarola, que estava muito apetitoso. Estava tudo muito bom, e pagámos também muito bem, cerca de 95,00€.

Quando saímos do restaurante, ainda passeámos pelas ruas de Plaka, passámos na Ágora Romana e na Biblioteca de Adriano, que de noite é lindíssimo, e na praça Monastiraki onde estava um grupo a dançar Hip-Hop.
Finalmente, fomos para o Hotel dormir, que amanhã inicia-se o nosso tour e temos de nos levantar muito cedo.

My Reviews Of The Places I've Seen



Loading Reviews
Slideshow Report as Spam

Post your own travel photos for friends and family More Pictures

Use this image in your site

Copy and paste this html: