Peste

Trip Start Aug 27, 2007
1
2
11
Trip End Sep 06, 2007

Flag of Hungary  ,
Tuesday, August 28, 2007

Começámos o dia com o pequeno-almoço no hotel, que até era bastante bom, foi de facto o melhor deste hotel. O Jorge adorou os pequenos-almoços, para quem nunca toma pequeno-almoço, começar o dia a comer salsichas e ovos, é um grande repasto.

Este primeiro dia em Budapeste foi dedicado à Zona de Peste, que achei uma das zonas mais atractivas da cidade, assim como a zona do Bairro do Castelo.

Começámos por passar na Grande Sinagoga, a maior da Europa.
E pela Fonte das Dainades, condenadas a carregar água para um barril furado. Adorei esta fonte.

Visitámos também a Igreja Sérvia e a Igreja Franciscana. Durante a nossa estadia em Budapeste, foram várias as vezes que passámos pela Igreja Franciscana e que estivemos sentados em bancos à frente dela, a descansar enquanto víamos passar as pessoas. O exterior da igreja Sérvia, de estilo barroco, é muito bonito.

Passeámos na movimentada Rua Váci, a zona de passeio e de compras mais elegante de Budapeste. Desde o final do século XVIII, que esta rua sempre foi sinónimo de sofisticação para compras e charme para passeios. Hoje, a rua está repleta de lojas que atendem ao consumo dos turistas com produtos típicos. Restaurantes e cafés encontram-se em grande número junto às lojas.

A Pastelaria Gerbeaud, uma das mais elegantes de Budapeste, inaugurada em 1858, por Henrik Kugler. Posteriormente foi adquirida pelo patissier suíço Emil Gerbeaud, o responsável pela, luxuosa decoração do interior, que ainda se mantém.

Os Palácios Klotild foram encomendados pela nora do palatino József, a arquiduquesa Klotild, de quem receberam o nome, foram concebidos por Flóris Korb e Kálmán Giergl, em estilo historicista, com elementos de decoração rococó.

Este edifício elegantemente decorado proporciona, juntamente com um outro nas proximidades, uma magnífica entrada para a Ponte Isabel, e foi assim que fomos dar ao magnífico e enorme Danúbio, que separa Peste de Buda.

Da margem de Peste, avistando o Palácio Real em Buda.


Junto à margem do Danúbio, fica a Praça Vigadó, e nesta praça o Auditório Vigadó (que esteve fechado até 2006) é um edifício magnífico, a grandiosa fachada apresenta motivos populares, dançarinos sobre colunas e bustos de antigos monarcas, governantes e outras personalidades húngaras. Ao centro encontra-se um antigo brasão da Hungria.

No passeio público, ao longo do Danúbio e em frente do Auditório Vigadó está esta magnífica estátua de uma rapariga brincando com o seu cão.


Visitámos a Igreja Servita, de estilo barroco, construída entre 1725-32. Sobre a porta da entrada encontram-se imagens de São Peregrino e Santa Ana e sobre estas estão São Filipe e Santo Agostinho.

Visitámos o Grande Mercado Central, para mim um dos highlihts de Budapeste é um edifício lindíssimo com telhado de telhas coloridas de Zsolnay.
Todos os mercados são iguais, mas há alguns mais "mercados" do que outros: e o Mercado Central de Budapeste, na Vamhaz Korut, perto da Ponte da Liberdade, que liga Peste ao Hotel Gellért, em Buda, é mais mercado do que muitos outros. As razões serão várias, mas a grande variedade de bancas, cerca de 180, que expõem uma enorme diversidade de fruta, legumes, queijos e carnes, e o diálogo do olfacto com os chás e as especiarias faz-nos perceber a diferença – ou melhor, a singularidade.
Budapeste é como uma mistura de Paris com Istambul: o que significa que tem o melhor de dois mundos e os sabores respectivos. Com muita paprika, claro, que foi o que mais me impressionou, devido à quantidade que está em exposição para venda (custa 350 Forints - € 1,30).


Antes de almoço, ainda fomos visitar o Museu de Artes Aplicadas.
A colecção, aberta ao público em 1896 pelo imperador Francisco José no âmbito das Comemorações do Milénio, está instalada neste impressionante edifício estilo secessão. O exterior incorpora elementos inspirados no Oriente, assim como as cerâmicas Zsolnay. Danificado em 1945 e de novo em 1956, o edifício só recentemente recuperou a sua grandeza original.
As peças de vidro Tiffany são magníficas, assim como os relógios astronómicos, os punhais e as espadas incrustadas com pedras preciosas.   

Almoçámos cerca das 15:00, no McKiwans, 950 Forints - €3,58 (www.mckiwans.hu). 

Após o almoço, só já visitámos o Museu Nacional Húngaro que detém o mais rico património de arte e objectos artísticos do país relacionados com a sua história atribulada. A colecção está exposta num impressionante edifício neoclássico, construído por Mihály Pollack.

Da vasta colecção, algumas das atracções principais são a "Coroa Funerária", do séc. XIII, encontrada nas ruínas da igreja e conventos dominicanos na ilha Margarida e o “Manto da Coroação” feito de seda bizantina doado à igreja por Santo Estêvão em 1031, tornando-se o manto da coroação no séc. XII.

Eu apreciei particularmente a exposição arqueológica e o Jorge a exposição mongol.  

Neste dia, vimos ainda a fachada e a entrada da Biblioteca Ervin Szabó, que fica num enorme palácio de estilo neo-barroco e rococó, encomendado ao arquitecto Artur Meining, pela poderosa família de industriais Wenckheim, o resultado foi o antigo Palácio Wenckheim, considerado um dos mais belos palácios de Budapeste. Em 1926, a Câmara Municipal adquiriu o edifício e transformou-o numa biblioteca pública, adoptando o nome do político e reformador social Ervin Szabó.

 


À noite passeámos junto ao Danúbio e à ponte das correntes, um passeio magnífico numa noite quente de verão, óptimo para terminar o dia.









                  
                                                                         

                                                                        

                                                                         

                                                                         










                                                                                    




                                                  

                                                                                       


                                                                                       


                                                                                           


                                                                                                                                                                        

                                                                                                                                                                             


                                                                                      





Slideshow Report as Spam

Use this image in your site

Copy and paste this html: