Dogma

Trip Start Nov 14, 2007
1
20
Trip End Ongoing


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow

Flag of Brazil  ,
Wednesday, November 14, 2007

My religion concerns the world and its people. Of course that could be said about most, or maybe all, religions, but what I mean is that I prefer to keep my set of principles minimalist, I see no need for it to be cluttered with supernatural metaphors, extra-planar judges or obscure moral rules written in ancient languages. Maybe I will better define my 'religion' in the course of this blog, or maybe not, but I will set an initial, unquestionable assumption, and that is that every place and every person is worth spending some time to know.

Escrever em português me dá um certo trabalho. Em primeiro lugar, porque já me acostumei, enquanto fazia esses blogs, a escrever em inglês, e até a pensar em inglês durante o dia para ficar mais fácil escrever depois. Em segundo lugar, porque o inglês é mais fácil de usar, ele se ajusta melhor à pressão, dobra-se com facilidade. O português não se dobra, antes se parte em cacos, há que se ter muito maior cuidado.
Mas usar o português tem também suas vantagens. Uma delas é que isso me permite surrupiar o melhor poema minimalista que eu conheço, que calhou de ser escrito nessa língua e calhou também de ser (como muito do que vale a pena ser escrito) intraduzível. Ao mesmo tempo, é um excelente contra-exemplo que desfaz minhas afirmações sobre o português, ou prova que a única causa delas é falta de habilidade com minha língua. É um poeminha do contra, tolero o desvio.
E para provar que eu também sou do contra (e portanto o poema cabe), farei uma série de testes preliminares de meu dogma. Em minha viagem pelo Brasil, procurarei priorizar os lugares menos visitados, pelo menos pela gente do Rio de Janeiro.
E todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!
Report as Spam

Comments

blanchedubois
blanchedubois on

Exercício de imaginação!
Dessa vez vai ser um blog apenas sugestivo? A gente aqui tentando imaginar as suas peripécias?! rs

Beijos

Analu

blanchedubois
blanchedubois on

Ainda acha precisa provar que é do contra??!!
Henrique,pela madrugada, quase caí da cadeira aqui! Que vc é do contra, isso todo mundo sabe!!!

Tanto é do contra que eu estava esperando relatos sobre o seu itinerário até agora e vc sapeca um texto com inquietações existenciais!

Vc é do contra sim, relaxa! rs

Bjs

Analu

betuca
betuca on

esse eh henrique...
Esse eh o henrique que eu conheco. Sempre achei massa as coisas que tu escreve. Seja da viagem (geografica) ou seja da viagem (pessoal), vou sempre ficar de olho por aqui! :)

To te devendo um email... devo, nao nego, pago quando puder! :)

Abracos.

rmusse
rmusse on

Um brinde à Schopenhauer :)
Pois então, estou contigo e não abro. Falou bonito, e Schopenhauer ia concordar com vc tb rsrsrs
Eu acho a língua portuguesa muito bonita nas mãos de quem a sabe usar bem - o inglês ainda é a língua mais pratica sim.
De qualquer forma, mãos à obra, pq vc já está com um público fiel aqui! Demorei a postar dessa vez, mas como sempre eu tardo, e às vezes falho tb rsrsrs
Beijao

rac
rac on

Até que enfim...
...consegui entrar e postar aqui!
Mais uma a bordo.
Beijos.

Add Comment

Use this image in your site

Copy and paste this html: