Bergen: Bryggen & Floibanen

Trip Start May 22, 2011
1
15
28
Trip End Jun 25, 2011


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow

Flag of Norway  , Western Fjords,
Friday, June 3, 2011

Bergen, já foi a capital da Noruega e a maior cidade da Escandinávia. Hoje é a segunda maior cidade do país e isso com somente 250 mil habitantes!
 
A cidade fica entre a água dos fiordes e as montanhas ocupadas por casas. Como quase todas as cidades que visitamos até então, tudo gira em torno da região portuária. Incrível!
Amsterdam, Estocolmo, Helsinki, Tallin, Narvik, Oslo e agora Bergen, cidades que se desenvolveram devido a seus portos e fizeram disto uma atração (e não repulsão como em outras cidades). Essa "coincidência" deixa os mapas das cidades muito parecidos, agora - enquanto escrevemos com os mapas na mão - é que nos damos conta deste detalhe.

Bergen é facilmente desvendada "by foot". Nosso hotel, o pior até então (e não o mais barato), é super bem localizado. Saímos a pé procurar o café da manhã, fomos direto ao fish market, na beira do mar: salmão, carne de baleia e caviar, muito caviar.
Acabamos optando por um café tradicional o SolBrod: Latte e pastries, difícil haver algo melhor.

Mais uma passada no Fish Market (Torget Street) que a essa hora já estava bem cheio. Naturalmente, esse lugares não são mais somente tradicionais mercados, são pontos turistícos onde se pode encontrar tudo, de souvenirs a peixes e vegetais. 

Pela própria geografia da cidade e ocupação das áreas altas foi construído, no início do século passado, um funicular - Floibanen -  que é usado como transporte público e atração turística.
Aqui chove 3/4 do ano, com sorte de turistas, o Sol se abriu e subimos o funicular. Pegamos os dois primeiros bancos e acompanhamos toda a subida de frente para a cidade. A 320 metros de altura e com o tempo aberto a vista é maravilhosa.
Para quem gosta dessas visões panorâmicas existe uma regra que deve ser seguida: Subir sempre compensa!

Cidade admirada do alto, orientados pelo Lonely não descemos com o funicular, descemos caminhando 3 km, dividos entre bosque e escadas entre as casas. Um agradável passeio, vendo a cidade ficar cada vez mais perto.

Já no nível do mar, fomos a Bryggen, patrimònio da humanidade, são 17 pequenas construções de 3 pavimentos de madeira com diferentes cores. Parecem apoiadas uma na outra, dando um charme todo especial a cidade e a sua orla.

No trajeto de volta ao hotel, passamos pela bela praça ao redor do lago: Lille Lungegarsvann. Novamente com as mochilas nas costas, após uma pequena parada para almoço (comemos umas fiskeboller - tradicionais bolinhos de peixe), seguimos até Strandkaiterminalen: terminal do barco Tide que faz a rota Bergen - Stavanger.  O terminal exatamente do lado oposto a Bryggen, o que nos rendeu uma bela última imagem das casinhas coloridas.

A bordo do barco Tideadmiral - Flagrruten Express, colocamos cadeiras no deck e ficamos curtindo o sol. Ao contrário dos outros transportes aquáticos que pegamos, esse não leva carros, assim é menor e mais rápido. Fizemos a viagem até Stavanger (ao sul) em 4 horas e meia.
No caminho, infinitas ilhas e a imagem de mais fiordes. Como a Noruega é toda recortada na sua parte oeste, só poderíamos ir à Stavanger de trem se voltássemos a Oslo (extremo leste do país). O sol no fim da tarde nos forçou inclusive a saborear uma cerveja a bordo!

Aportamos no Fiskepirterminalen as 20:40.
Logo a 600 metros do porto estava o hotel. A cidade de Stavanger, com 120 mil habitantes, é a capital norueguesa do petróleo. Diferente do que se pode imaginar, a combinação: porto + óleo não prejudica em nada o visual.
A região protuária é muito característica, com bares e restaurantes na orla, sendo o inglês falado em todos lugares (culpa do petróleo).

O  sábado de sol deixou os bares cheios e a primeira impressão foi super agradável. Uma cidade linda, menor e menos "circense" que Bergen.
Fomos nos informar sobre locais para câmbio e passeios para Preikestolen (desta vez o lonely não ajudou).
Como trouxemos Euro, aqui na Noruega precisamos trocar para Krona Norueguês. Em Bergen a taxa estava absurda (6,75 Krona para 1 Euro, oficial 8), logo, acabamos usando o cartão de crédito mesmo com os igualmente absurdos 6,38% de IOF.
Percebemos, então, que em Stavanger seria mais fácil, pois encontramos vários lugares (àquela hora já fechados) com taxas razoáveis. 

Terminamos o longo dia jantando no 7 Eleven, uma rede de lojas bem legais de conveniência espalhadas por toda a Escandinávia.

Dormimos ansiosos com o dia seguinte. Amanhã promete!
Slideshow Report as Spam

Use this image in your site

Copy and paste this html: