My Pants are falling down

Trip Start Jun 16, 2010
1
50
600
Trip End Dec 31, 2012


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow

Flag of China  , Shandong,
Wednesday, August 4, 2010

(english below)

Parece que fizeram um pacto especial com a gravidade. Não querem estar a um metro e vinte acima da linha do chão. Preferem vez o estado das coisa mais de perto, no chão. Deve ser este o estado de espírito de toda a roupa que se aloja na minha cintura. Devo padecer de "lingrismo" agora. Também, seis ou sete quilos a menos não é motivo para querer fugir para baixo a todo o custo. Para por fim a esta palhaçada, vamos chamar-lhe assim, a solução obvia passa por comprar um cinto. Uma vez que já conhecia todos os poucos quilómetros quadrados da pequena cidade de Qufu e dado que tinha umas 10 horas até o comboio para Nanjing, decidi colocar o meu kit de negociação e partir pelas ruas repletas de lojas e bazares para comprar um cinto. Nas lojas mais compostas, com marcas, os cintos custam, no mínimo, cerca de 40 Yuan. Vou a outra. E, nesta outra, com várias secções, vejo o cinto que sinto que devo comprar. A senhora iniciou o jogo. Mas este acabou muito cedo, quase nem saboreei nada do momento. A negociação do preço. 38 (cerca de 4,5€) yuan, diz a senhora. 15 yuan digo eu. 20 yuan replica a senhora. 15 yuan, mantenho. Um “ok, ok” sela o acordo. E estamos a falar de uns 12 segundos que demorou a conversa. Claramente para a próxima começo em 5 yuan. Assim, não. Mas agora tenho umas calças ao nível da cintura. E, se bem me apetecer, posso eleva-las acima do umbigo para fazer inveja aos senhores de idade que ficam horas e horas a jogar às cartas (não consegui perceber a lógica do jogo que jogavam após cerca de 20 minutos de atenta observação) ou xadrez chinês.

(now in english)

They can't stand anymore and i can’t stand it anymore. The highlight of the day: the bargaining to get a belt to cure me from this “pants’ falling” condition. My train was at 10pm. And the city was already visited (all the combination of streets and ways through, inside the wall, had been walked). So, let’s go for a light bargaining and then chilling out the rest of the day. And so it went. “how much for that belt?”. “38!” she wrote. “No, 15!”. “20”, she replied. “No, 15!”. “ok,ok”, sealed the deal. I should have started with 5. Now I know. To get a juice it was the same kind of story. Everything is discussable. It just depends on the amount of patience there’s left. And, time, by the way.
Slideshow Report as Spam

Use this image in your site

Copy and paste this html: