Estrada Mauritânia - Mali

Trip Start Aug 21, 2008
1
21
88
Trip End Ongoing


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow

Flag of Mauritania  ,
Thursday, September 25, 2008

Fizemos dois dias de estrada parando sempre em cada controle, com o Baby adoptando uma nova tactica: "chefe têm cha ai ou estão todos a fazer ramadão ? ». Incrivel como isso funcionava SEMPRE. Ele ia tomar o cha e contava estorias mirabolantes de como um simpatico velhinho mauritaniano (a nacionalidade era importante para sensibilizar os militares compatriotas e ao mesmo tempo neutralizar a vontade de pedincharem tanto usando o factor vergonha) nos encheu o deposito e nos deu 2000 uguyas para comermos no caminho, sensibilizado com a nossa situação de deslocados indigentes. Dois dias a desenrolar a mesma fita. Umas vezes saindo-se melhor que outras, ja no fim teve de se irritar e falar mal com os abéculas extorsionistas, que quando se apercebem que dali não sai nada, acabam por se conformar com promessas futuras.
A viagem entre Noakchott e Nioro Sahel é muito agradavel, com a mistura mais improvavel de paisagens, um ou dois oasis, dunas de areia fina, montanhas, palmeiras, poças de agua formando autênticos lagos, vacas, burros, camelos. Tanta coisa com combinações fazendo delicias à retina, de extrema dificuldade a descrever e de impossivel retenção sentimental com o uso do aparelho que congela momentos. Tentei, mas olhando para as fotos, parecem-me sem vida, não me transmitem as sensações que tive ao respirar essas paisagens.
Quando pensavamos que iamos chegar a fronteira (estavamos a 20 km), apanhamos com uma enxurrada como eu nunca tinha visto e depois de tentarmos continuar a andar a 40 kmh, acabamos mesmo por nos conformar e encostar o carro a berma. Fomos tomar um duche de chuva, que nos chicoteou as costas como se fossemos escravos. O meu foi breve, o vento estava frio de dar arrepios.
Voltamos a arrancar as 5 da manhã. Depois de tanta chatice nos postos de contrôle, os 3 ultimos tinham sido desertados por oficiais certamente cansados e certamente não esperando que passasse alguém aquela hora depois da chuvada que por ali se abateu. Passamos sem oposição e sem carimbo de saida chegamos ao Mali. Adeus Mauritânia, não deixaras muitas saudades.
Slideshow Report as Spam

Comments

primo
primo on

Acompanhando
Puto,

Entao, como eh? Tou aqui a te seguir de perto, a pensar mt nessa tua (nossa) viagem.
Tou a curtir bue os teus posts.
Forca
K

papajuju
papajuju on

papajuju
sempre a descer no planeta
sempre a subir no conhecimento

Add Comment

Use this image in your site

Copy and paste this html: