Salta, "La Linda" e Tilcara, a encantada

Trip Start Dec 25, 2009
1
3
13
Trip End Jan 07, 2010


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow
Where I stayed
Las Terrazas Hotel Boutique Tilcara
Read my review - 5/5 stars

Flag of Argentina  , Northern Argentina,
Sunday, December 27, 2009

Terceiro dia de viagem
de Salta, AR a Tilcara, AR

    
Acordamos sem pressa, tomamos um delicioso e bem servido café da manhã e fomos conhecer um pouco mais da cidade de Salta, subindo de teleférico ao topo do Cerro San Bernardo. Foi um passeio simpático, mas nada demais. Infelizmente, só após sairmos de Salta descobri que a cidade abriga o Museu de Arqueologia de Alta Montanha, que teríamos adorado visitar. Eu queria muito ver uma múmia andina e há três das mais interessantes neste museu... Há também o Trem das Nuvens, mas estava desativado à época. De qualquer maneira, Salta, conhecida como "La Linda", vale a visita. Há muito o que ver na cidade e entorno, mas nossa viagem seria longa e prosseguimos.
    230 km após Salta começa a Quebrada de Humauaca, declarada patrimônio da humanidade pela Unesco. A partir daqui, a paisagem passa de "bonita" e "interessante" para "inacreditável" e "deslumbrante". O link a seguir contém informações sobre a região:
    http://www.pt.argentina.ar/_pt/turismo/norte/C1786-quebrada-de-humahuaca.php

    Após acompanhar por 60 km a Quebrada de Humauaca, chegamos a Tilcara, onde nos hospedamos no aconchegante Las Terrazas. Tilcara é um lugar encantado, meio suspenso no tempo. A pequena cidade está aos pés da cadeia montanhosa que forma a quebrada e tem um discreto núcleo de restaurantes e lojinhas. Depois de instalados, voltamos ao centrinho da cidade e sentamos em um bar para fazer um lanche: após algumas cervejas, empanadas quentes e deliciosas, um escabeche de lhama e um "creme brullè de folhas de coca com flocos de quinoa", estávamos prontos para seguir uma procissão de índios que passaram dançando pela rua e subiram um dos morros. Perguntamos e aprendemos que eles dançam em homenagem aos presépios que são montados na cidade. Onde houver um presépio, eles vão fazer a homenagem. E lá fomos nós atrás deles.

    Bem mais tarde, fomos jantar. Não lembro o nome do restaurante, mas jantamos em um pátio muito agradável, sob as estrelas, boa comida, música típica e vimos uma moça colhendo os vegetais para a sadada que pedimos... como descrever? .... ah, sim... Perfeito!

My Review Of The Place I Stayed



Loading Reviews
Slideshow Report as Spam

Use this image in your site

Copy and paste this html: