Salsa e aranhas

Trip Start Jan 15, 2011
1
6
50
Trip End Dec 24, 2011


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow
Where I stayed
Yeshe's place

Flag of Australia  , Victoria,
Monday, February 7, 2011

Ola de Melbourne!

Tive uns últimos dias calminhos: fiquei pela casa do meu amigo (o Yeshe), a descansar e sem fazer muito. Conheci os colegas de casa dele (1 australiano, 1 australiana, 1 australiano-americana e uma inglesa) que me receberam todos muito bem, mal cheguei deram-me de comer (uma mistura vegetariana um pouco picante demais para o meu gosto), mas foram todos amáveis. E qual nao foi o meu espanto quando o australiano (Victor, assim se chama ele) começa de repente a falar comigo em português perfeito! OK, quase perfeito, ja que tinha um forte sotaque brasileiro... Mas parece então que viveu no Brasil 1 ano e meio e agora está a tirar um doutoramento relacionado com política brasileira, e portanto fala a língua perfeitamente. Espantoso!

A casa estava a preparar-se para a grande festa de sábado, então ajudei um pouco e diverti-me com uma serra eléctrica a cortar uma mesa para servir de lenha para um fogueira a fazer no quintal. Destruir coisas é engraçado :D e acabei com 5 dedos em casa mão, nada mau.

À noite tive uma experiência interessante... Fui como Yeshe a casa da namorada dele jantar, e fomos de bicicleta. O percurso ainda é grande, são tipo 30 minutos a pedalar, o que não seria muito mau, não fosse a meio ter começado a chover torrencialmente... E quando digo torrencialmente falo literalmente: parece que o estado de Victoria (onde Melbourne fica) foi também afectado pelos ventos resultantes do ciclone Yasi, que está no norte (a uns 3000kms). Resultado: tempo tropical, bastante calor mas um chuva do fim do mundo, até doía quando batia na pele (estava de t-shirt). Cheguei ao outro lado completamente encharcado (incluindo boxers e o interior da mochila que tinha nas costas)...
Felizmente fui mais uma vez bem recebido numa casa meia hippie (vai ser demolida por isso agora divertem-se a escrever nas paredes hehe) e com um prato vegetariano óptimo, sinceramente. Como eu disse à cozinheira, aquilo não era só um bom prato vegetariano, mas sim um bom prato, pronto. Se tivesse daquilo todos os dias, largava a carne! No final acabei a dormir no sofá lá, visto que nao me apetecia vestir a roupa (que ainda estava molhada) e voltar a ir de bicicleta a chuva durante 30 mins.
Pormenor importante: foi a primeira vez que "guiei" à esquerda e sobrevivi! Na primeira rotunda esqueci-me de olhar para a direita (acto que um condutor australiano fez questão de me relembrar, ao apitar a buzina do seu veiculo), mas la me orientei e safei-me bem hehe.

Uma nota a parte, as chuvas no estado de Victoria foram mesmo uma coisa do outro mundo, houve imensas inundações (ate mesmo em St Kilda, ao pe da cidade, onde eu fiquei ha umas semanas!), pessoas evacuadas e uns pobres coitados backpackers ingleses que estavam a acampar e levaram com uma árvore em cima da tenda. Estão no hospital, acho que um deles em estado grave... E preciso ter azar!!

Anyway, no dia seguinte dei uma voltinha pelo centro e voltei a casa para a grande festa! Foi bastante divertido, estava muita gente (algumas pessoas mais velhas também, estilo 40 e 50 anos, mas a maioria jovem), e estava tudo virado para dançar salsa! Esse era o tema da festa, e por isso estava tudo vestido a latino, com sombreros, bigodes postiços e ate um vestido a toureiro hehe. Conversei com alguma malta porreira que me deu umas dicas sobre onde ir na australia, por exemplo, e até dancei um pouco de salsa! Uma russa, amiga do Victor, arrastou-me para a pista de dança (sim, havia uma!) e ensinou-me o básico, foi bastante interessante! Para mim, ela não deve ter gostado de dançar comigo haha.

Foi então uma festa porreira, a americana, com a porta aberta, as pessoas a irem entrando e pondo as bebidas na banheira (convenientemente cheia de gelo), muita malta, música, isto até as 4 da manha. Voltei foi a dormir no sofá hehe.

Ah sim, antes da festa começar ainda deu tempo para relembrar que estou num país complicado: a Sophie (uma das habitantes da casa) de repente gritou e pediu-nos para irmos ao quarto, onde uma aranhazinha (nota: isto é ironia) estava a passear na janela. Esta uma foto aqui no blog, mas nao da para ver a escala da coisa (não me arrisquei a por la a mao para dar para comparar, mas posso dizer que tinha uns 3 ou 4 centímetros de "raio"). Anyway, o Victor la apareceu, olhou para o bicho em questão, foi buscar um pano, agarrou-a e foi manda-la para o quintal. Isto para espanto meu e de um suíço que tava la, que lhe perguntámos "como sabias que nao era venenosa?!" ao que ele respondeu "it was just a huntsman" (era apenas uma "huntsman"). Aparentemente estas não são muito perigosas, mas fica a questão, como reconhecer uma "apenas hunstman" da "filha da p*t* da ..."?! Estes australianos são doidos (como diria o Obelix se tivesse vindo ca).

E é isto: vou agora para a French Island onde parece não haver electricidade mas muitos koalas!

Abracos,
Daniel

ps: a chuva parou, nao e preciso preocuparem-se comigo :)
Slideshow Report as Spam

Comments

joaopisco
joaopisco on

Muito gostas tu de dormir em sofás, Mate! :):) ehehhe
Ainda estou aqui pelo interior de Victoria, a planear os próximos passos...quer dizer, não há muito que planear...devo ir para a Tasmania, fazendo, entretanto, uma pitstop em Melbourne com direito a couch surfing! Tenho de saír da austrália até dia 18 de Março (New Zealand's the next place to be!)...mas depois volto...mas entretanto acho que ainda há tempo para uma sessão de Perth + Alice Springs, não necessariamente por esta ordem!
Grande abraço, vemo-nos brevemente na estrada! Keep in touch Mate! :)

nonoca43
nonoca43 on

E se a aranha fosse venenosa, o Vitor matava-a?

nonoca43
nonoca43 on

Agora também sou travel pod

Add Comment

Use this image in your site

Copy and paste this html: