Ultimo capitulo

Trip Start Oct 01, 2007
1
103
159
Trip End Ongoing


Loading Map
Map your own trip!
Map Options
Show trip route
Hide lines
shadow

Flag of United Kingdom  , England,
Tuesday, March 10, 2009

Os ultimos dias da longa jornada, a meu ver, nao combinam com o resto de toda essa historia. Estao "fora de contexto" comparadas com as experiencias que vivi em Mocambique. Foram momentos que eu tentei relaxar, descansar e nao pensar muito. Algumas horas para deixar de lado as duvidas sobre o passado e, ainda mais importante e dificil, sobre o futuro.

Mas afinal quando uma historia realmente termina? Minha experienca terminou quando eu sai de Nacala, ou quando sai de Mocambique? Ou so termina no momento em que eu voltar para o Brasil?

Para algumas pessoas do meu time, o ultimo momento foi quando o aviao levantou voo. Na despedida do continente africano. Para outros a historia terminou quando visualizamos o mar mediterraneo e as terras do "velho mundo".

Foram muitas experiencias, lugares, pessoas, sentimentos, ideias, imagens, ... tudo novo. Ainda vou levar muito tempo para assimilar tudo.

Uma das dificuldades que tenho em escrever algo intitulado "ultimo capitulo" eh que minha sensacao nao eh a de estar terminando nada, pelo contrario, me sinto no inicio de uma longa estrada. Nesses seis meses tive a oportunidade de ver o comeco desse novo caminho que eu escolhi seguir. Por isso mesmo nao consigo falar em finalizar, mas sim em comecar.

O momento em que senti que este episodio estava para terminar nao foi "geografico", como o de muitos dos meus companheiros. Para mim o ponto de partida aconteceu quando eu estava me despedindo dos alunos da escola. Comprimentei-os em Macua e, como em todas as minhas tentativas de falar a lingua deles, fui muito bem recebido. Este foi um dos momentos mais dificeis desses seis meses. Fquei muito triste naquele momento. Lagrimas nos olhos, coracao apertado e voz que nao queria sair da garganta. Nao sei bem porque. Acho que a dor era saber que eu poderia ter me esforcado muito mais, que eu poderia ter feito mais coisas e usado mais o meu tempo para estar perto dessas pessoas, para aprender mais sobre eles e poder trocar mais experiencias.

Eu disse a eles que queria ter feito mais. Tambem disse que iria tentar levar uma imagem da realidade deles para onde quer que eu fosse. Que iria falar sobre o quanto eh dificil o dia a dia de pessoas que vivem sem coisas que nos consideramos essenciais. Sobre a alegria deles e o gosto pela musica e pela danca. Sobre a falta de infra extrutura.

Um dos motivos pelo qual eu estava triste era de ver o estranho isolamento em que eles vivem. Me parece que eles sabem tao pouco do mundo fora daquele pais, como, infelizmente, o resto do mundo sabe sobre eles.

Mesmo que eles nao soubessem, aquele era o momento em que eu me despedia nao so deles, mas da primeira etapa de uma longa caminhada em busca de uma nova vida. Creio que esta eh a primeira vez em nao quero chegar em lugar nenhum, mas continuar apenas, sempre, seguindo uma direcao.
Report as Spam

Use this image in your site

Copy and paste this html: